28 Dezembro, 2016

Teatro Romano

Este espaço museológico pretende dar a conhecer o Teatro construído na época do Imperador Augusto e reconstruído em 57 d.C. ao tempo de Nero. Abandonado no séc. IV d.C., permaneceu soterrado até 1798, ano em que as ruínas foram descobertas durante a reconstrução de Lisboa pós-Terramoto.

Só na segunda metade do século XX o Teatro Romano voltaria a ser “redescoberto”, passando a ser alvo de diversas campanhas arqueológicas, ao longo das quais se recuperou parte das bancadas, da orquestra, da boca de cena e do palco e um conjunto de elementos arqueológicos e decorativos.

Em 1967 foi classificado como imóvel de interesse público.

O percurso museológico compreende, actualmente, uma área de exposição, um campo arqueológico e as ruínas do Teatro. Na área de exposição podemos ver elementos iconográficos e bibliográficos (séculos XVIII e XIX) e espólio arqueológico romano como capitéis, bases e fustes de colunas, escultura, epigrafia e cerâmicas.

Suportes multimédia completam a informação sobre a história, função e arquitectura deste Teatro.

O Teatro Romano fica na Rua de São Mamede (ao Caldas), nº 3 A.