Galeria de imagens

Publicado em 1 Maio, 2020

Cinema no Aljube #emCasa

Em Maio, o Museu do Aljube – Resistência e Liberdade continua a evocar os valores de Abril. 

Entre 1 e 10 de Maio pode assistir, no canal oficial de Youtube do Museu, a dois documentários realizados por autores estrangeiros que se deslocaram a Portugal para observar o país saído do golpe militar de 1974.

  • Viva Portugal, de Malte Rauch, Christiane Gerhards, Samuel Schirmbeck, Serge July, 1974, 1h37 min.
    8 a 10 de Maio

‘Viva Portugal’ é a Crónica de um ano de revolução. O filme, rodado de Maio de 1974 a Maio de 1975, abre com imagens do 25 de Abril transmitidas pela televisão portuguesa e termina com a manifestação do 1º de Maio de 1975.

Cineasta de origem alemã, Malte Rauch veio para Lisboa logo que soube dos acontecimentos de 25 de Abril de 1974.

 

  • O Dia em que a Tortura Acabou, World in Action da Granada Television, 1974, 27 min
    1 a 3 de Maio

‘O Dia em que a Tortura Acabou’ foi filmado em 1974, nos dias que se seguiram ao 25 de Abril. Uma equipa da Granada Television International, que percorria o mundo, da Ásia à América Latina, descortinando sinais de repressão e tortura de opositores políticos, foi surpreendida pela Revolução dos Cravos. Foi em Lisboa, nos primeiros dias de Maio, que recolheram testemunhos de Fernando Vicente ou Conceição Matos.