Publicado em 25 Fevereiro, 2019

Casa Fernando Pessoa encerrada para obras

Desde o dia 1 de Março, a Casa Fernando Pessoa, no número 16 da Rua Coelho da Rocha, fechou as portas ao público para as reabrir ainda este ano, mais acessível a todos os públicos e com um novo projecto museográfico que dará mais acesso ao espólio do escritor.

Durante os próximos meses serão feitas obras no local onde Fernando Pessoa viveu os seus últimos 15 anos para permitir dar resposta ao número crescente de público que procura saber cada vez mais sobre o autor que se tornou, nas últimas décadas, um símbolo da literatura portuguesa a nível mundial.

A Casa Fernando Pessoa vai continuar a sua actividade a partir de diferentes pontos. Estará em escolas, nas ruas percorridas por Pessoa, no bairro de Campo de Ourique e noutros espaços da rede EGEAC como teatros e museus da cidade. Continuam os passeios, as oficinas e outras propostas do Programa Educativo, assim como alguns dos ciclos de programação, como as Aulas de Poesia Mundial, a Feira do Livro de Poesia em parceria com a Junta de Freguesia de Campo de Ourique, o Clube dos Poetas Vivos, em parceria com o Teatro Nacional D. Maria II, ou a segunda edição do encontro internacional Lisbon Revisited – Dias de Poesia, em Junho.

Ao longo deste período a equipa vai estar provisoriamente instalada no espaço gentilmente cedido pela Junta de Freguesia da Campo de Ourique, na Rua Saraiva de Carvalho, nº 8, lado a lado com o Espaço Llansol.

Sobre o projecto:
O projecto de remodelação do edifício é da autoria de José Adrião Arquitectos e o projecto museográfico foi executado pelo Gabinete de Design GBNT, a partir de uma proposta do curador Paulo Pires do Vale. Para a concepção dos conteúdos foram consultados investigadores especializados em Fernando Pessoa e familiares do escritor. A Associação Acesso Cultura foi consultora em matéria de acessibilidades.

Aceda aqui à nota de imprensa.