Saltar para conteúdo principal Mapa do site Ajuda na navegação e acessibilidade web Página inicial EGEAC

2 de julho, 2021

Nova exposição de longa duração do Museu de Lisboa

O Museu de Lisboa abriu ao público a nova exposição de longa duração do piso térreo do Palácio Pimenta (Campo Grande), após obras de renovação do edifício e da museografia.
Através de mais de 500 peças, mais de 200 das quais novas em relação à exposição anterior, a nova exposição é um convite para uma Viagem ao interior da cidade, que revela a evolução de Lisboa desde o Paleolítico, há mais de cem mil anos, quando os primeiros habitantes chegaram a este território, até ao esplendor que a cidade atingiu no reinado de D. João V (r. 1706 – 1750).

O percurso, organizado de forma cronológica, desvenda diferentes etapas do desenvolvimento urbano e da ocupação do território, complementadas por aspetos da vida quotidiana, importantes marcos arquitetónicos, artísticos e arqueológicos.

Com dez mil miniaturas de edifícios que se estendem por mais de dez metros de comprimento e por quatro metros de largura, a Maqueta de Lisboa anterior ao Terramoto de 1755, uma das peças mais emblemáticas do acervo do Museu de Lisboa, volta a estar disponível ao público.

A nova exposição, que começou a ser idealizada pelo anterior diretor do Museu, António Miranda, em 2014, contém vários níveis de informação, através das peças expostas, dos vídeos e dos textos e desenhos associados – nas vitrines nas paredes e dentro das gavetas. Aí podem ser consultados conteúdos específicos pensados para um público infantil.

Como complemento a este percurso, a exposição apresenta uma área específica dedicada à importância da cerâmica na construção e na identidade de Lisboa, tão presente em artefactos antigos encontrados em escavações arqueológicas, como em revestimentos cerâmicos de edifícios públicos e privados.