Galeria Quadrum

As Galerias Municipais são compostas pelo Pavilhão Branco, a histórica Galeria Quadrum, a Boavista, o Torreão Nascente da Cordoaria Nacional e a Avenida da Índia. Localizadas em diferentes zonas da cidade, destinam-se à promoção e à divulgação das Artes Visuais, numa abordagem multidisciplinar, onde são apresentadas exposições antológicas, exposições de jovens artistas e projetos site-specific, individuais e coletivos.

Laboratório da arte experimental portuguesa, nas décadas de 1970 e 1980, a Galeria Quadrum nasceu de um sonho da artista e colecionadora Dulce D’Agro. Projetada pelo arquiteto Fernando Peres e instalada no palácio dos Coruchéus teve um caráter pioneiro revelando nomes fundamentais da arte portuguesa e depressa revelou uma vocação de polo cultural da cidade. Mantendo viva esta tradição da sua génese, quer continuar a ser um espaço de apresentação de jovens artistas, onde se construam projetos continuados de serviço educativo envolvendo a comunidade local. O programa Budapeste é um desses projetos e apresenta, desde 2013, jovens artistas portugueses que o Município de Lisboa seleciona para uma residência na capital húngara – e que em muitos casos aqui apresentam a sua primeira exposição individual.


Acessibilidade

Acessível a pessoas com mobilidade reduzida.


Palácio dos Coruchéus, Rua Alberto Oliveira, 52
1700-019 Lisboa

Terça a sexta das 10h às 13h e 14h às 18h
Sábado e domingo das 14h às 18h

Encerra às segundas e nos feriados 1 de janeiro, 1 de maio e 25 de dezembro
Última admissão: 30 minutos antes da hora de encerramento


735, 755, 767
Alvalade
Meridiano e Parque América