Saltar para conteúdo principal Mapa do site Ajuda na navegação e acessibilidade web Página inicial EGEAC

28 de junho, 2022

Lisboa celebra o centenário do Parque Mayer com um mês de programação cultural

A Câmara Municpal de Lisboa, em conjunto com Junta de Freguesia de Santo António, oferece à cidade uma programação cultural diversificada de espetáculos, exposições, sessões de cinema, tertúlias, itinerários, entre outras atividades, para comemorar o 100º aniversário do Parque Mayer. De 1 a 31 de julho, todos os motivos são bons para ir ao Parque Mayer.

O Parque Mayer, este espaço icónico da cidade de Lisboa desde 1922, convida todos para o seu centenário, revisitando ou conhecendo a história e as memórias deste lugar, que foi durante décadas o mais importante centro de diversão e de cultura da cidade de Lisboa. Uma programação de música, exposições, itinerários, cinema, tertúlias, e até boxe, é apresentada durante todo o mês de julho.

Do fado ao jazz, passando pelo funk, soul, blues, dixie, rock e pop, são vários os concertos no Parque Mayer, para recordar êxitos intemporais que fizeram parte da história da música portuguesa e do Teatro de Revista ao longo das décadas ou para conhecer as novas vozes e bandas portuguesas ou simplesmente cantarolar e dar um pezinho de dança.

No Capitólio, com organização da EGEAC, tem lugar logo no dia 1 de julho, às 21h30, um concerto da Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal. Seguem-se, todos os sábados do mês, às 21h30, também no Capitólio, as atuações de Sara Correia, Black Mamba (que convida Adelaide Ferreira), Pedro Moutinho e Real Combo Lisbonense.

Para além da música, são apresentadas duas exposições documentais, uma na Praça dos Restauradores outra no recinto do Parque, que nos contam a história dos 100 anos deste polo cultural que elevou a Revista à categoria de género de eleição.

Realizam-se também itinerários que abordam a história do Parque Mayer ao longo destes 100 anos, desde a sua génese até se transformar num polo cultural, e itinerários sobre a temática do Cinema em Portugal, da sua relação com o Parque Mayer e com as grandes salas de exibição vizinhas, os cinemas da Avenida da Liberdade.

Nas sessões de cinema serão exibidos diversos programas de A Paródia: Comédia à Portugueza, uma série documental e recreativa, realizada em 1987, dedicada a grandes figuras de comédia, do cinema e do teatro portugueses, onde se incluem entrevistas a António Silva, Maria Matos, Humberto Madeira, Laura Alves, Eugénio Salvador, Vasco Santana, Beatriz Costa, Costinha, Ribeirinho, Mirita Casimiro, Barroso Lopes, entre outros.

As tertúlias pretendem mostrar como era afinal a vida no Parque Mayer, convidando pessoas a contarem as suas histórias na primeira pessoa. Artistas, trabalhadores, espetadores e conhecedores das vivências do Parque Mayer partilham as suas memórias e experiências neste lugar.

Eclético, o maior centro de diversão e cultura de Lisboa do início do século XX foi ao longo de décadas o mais famoso ponto de encontro da população, mas também de artistas, intelectuais, políticos e empresários. Todos, sem exceção, queriam ir ao Parque Mayer.

Hoje, o Parque Mayer está a ser reabilitado pela Câmara Municipal de Lisboa, com o intuito de recuperar os teatros e voltar a posicionar o Parque Mayer como um espaço de cultura de referência na cidade de Lisboa.

Saiba mais em: Lisboa celebra o centenário do Parque Mayer