Pavilhão Branco

As Galerias Municipais são compostas pelo Pavilhão Branco, a histórica Galeria Quadrum, a Boavista, o Torreão Nascente da Cordoaria Nacional e a Avenida da Índia. Localizadas em diferentes zonas da cidade, destinam-se à promoção e à divulgação das Artes Visuais, numa abordagem multidisciplinar, onde são apresentadas exposições antológicas, exposições de jovens artistas e projetos site-specific, individuais e coletivos.

Situado no Campo Grande, o Pavilhão Branco tem vindo a desempenhar um papel central na estratégia municipal de arte contemporânea, representando uma mais-valia na diversificação da sua oferta. As caraterísticas arquitetónicas do espaço convidam à realização de exposições com cariz “site-specific”: acolhendo habitualmente quatro mostras por ano, proporciona tempos de montagem e de exposição mais longos, de forma a que alguns dos projetos mais emblemáticos sejam definidos em função  – e façam sentido sobretudo – neste pavilhão. A sua linha programática tem apostado consistentemente na presença de artistas em “meio de carreira”, isto é, com um percurso já assinalável, que encontram aqui um local de dimensão que lhes permite apresentar um novo projeto com assinalável alcance.


Palácio Pimenta, Campo Grande, 245
1700-091 Lisboa

Terça a domingo das 10h às 13h e 14h às 18h

Encerra às segundas e nos feriados 1 de janeiro, 1 de maio e 25 de dezembro
Última admissão: 30 minutos antes da hora de encerramento


701, 717, 731, 735, 736, 738, 747, 750, 755, 767, 783, 796, 798
Campo Grande
Campo Grande